ISMAC - Instituto Sul Mato Grossense para Cegos Florivaldo Vargas. Educação, Assistência e Trabalho!

Atendimento educacional

EM BREVE



Braille

O Braille é o sistema de leitura para cegos criado pelo francês Louis Braille. Ele dispõe de códigos para serem lidos por meio do tato. O ensino do Braille é um complemento das atividades pedagógicas desenvolvidas no Ismac. Os alunos que estão em fase de alfabetização recebem aulas para aprendizagem do código paralelamente ao ensino regular e pessoas cegas que estão em processo de reabilitação aprendem a ler e escrever utilizando a tipologia Braille.



Galeria de fotos : Sala de Ensino Braille :

Na foto a professora de braille do Ismac durante uma aula.

Informática

O Ismac dispõe de um laboratório de informática equipado com softwares e recursos necessários para que pessoas com deficiência visual possam navegar na internet, aprender a digitação de textos, a fazer downloads de arquivos, enviar emails e a trabalhar com os principais programas e ferramentas como Word, Excel e Power Point. O laboratório conta com a presença constante de um orientador que auxilia os usuários em casos de dificuldades. As aulas são individuais e a duração do curso depende do desenvolvimento e necessidades de cada aluno.



Biblioteca

O Ismac mantém uma biblioteca com acervo literário variado (literatura clássica, infantis, legislações, didáticos e paradidáticos), que se amplia continuamente através de doações. Atualmente, o acervo disponível é de aproximadamente 1.700 títulos transcritos em Braille.

A biblioteca fundada em 1970 recebe o nome de Nazaret Pereira Mendes em homenagem a primeira professora especializada em deficiência visual no Mato Grosso do Sul. O local funciona como um polo educacional do Estado com espaço reservado para leitura de obras e estudos em geral. É muito procurada por estudantes para pesquisas escolares e também por profissionais de várias áreas, tendo um fluxo expressivo de advogados, pedagogos e administradores.

Serviços
Dispõe de acervo em Braille e tipo ampliado, além de acesso à internet e lupa eletrônica.

Horário de funcionamento
Das 7:30 h às 11:10 h e das 13:30 h às 17:10 h.

 



Produção Gráfica

O núcleo gráfico do Ismac consiste na adaptação, transcrição de livros didáticos, paradidáticos para o Sistema Braille e em fonte ampliada. No local, sáo impressos, por exemplo, materiais didáticos para escolas particulares, feitas adaptações de cardápios para bares e restaurantes e a impressão em braille de contas de energia elétrica e água.



Apoio Pedagógico

A deficiência visual pode comprometer o ritmo de aquisição da leitura, da escrita, da aritmética e de outras matérias. Nesse sentido, o apoio pedagógico visa facilitar o ensino da pessoa com deficiência visual por meio de recursos complementares que ajudam a superar as dificuldades de aprendizado. O apoio pedagógico proporciona ferramentas adaptadas como por exemplo mapas em relevo e auxiliadores ópticos para o reconhecimento de conteúdos de disciplinas como matemática, geografia e ciências. As aulas ocorrem no período matutino e vespertino paralelamente ao ensino regular e o atendimento ocorre de forma individualizada.



Mercado de Trabalho

O Ismac conta com um setor destinado à inserção de pessoas com deficiência visual no mercado de trabalho. O programa é responsável por fazer o recrutamento de possíveis candidatos aptos a trabalharem em empresas públicas e privadas. O setor tem como objetivo diversificar o campo de atuação das pessoas com deficiência visual no mercado de trabalho; divulgar material a ser utilizado como elemento facilitador na preparação e encaminhamento profissionais; esclarecer e orientar os empregadores com relação às reais potencialidades dos deficientes visuais. Se você é empregador e quer oferecer oportunidades as pessoas com deficiência visual, entre em contato pelo telefone (67) 3325.0997.



Artigos e Pesquisas

Artigos e Pesquisas



Audioteca

Em 1980, o Ismac implantou em sua sede uma Audioteca, iniciando as gravações dos livros falados em fita cassete em um estúdio improvisado.
Em 2006, a instituição passa a contar com a parceria da Petrobras e cria o projeto Livros que Falam e, numa ação de modernidade, o instituto insere novas tecnologias de comunicação digital como ferramentas eficientes no desenvolvimento cognitivo de pessoas com deficiência visual.
A Audioteca foi reorganizada com adaptação física e implementação de equipamentos tecnológicos. Foram instalados estúdio profissional de gravação, sala de controle e sala de audição do acervo.
 
 
 
Veja como funciona:
 
 
 
Livro falado:
A técnica do livro falado consiste na gravação de CDs, com versões faladas dos livros (em áudio), mediante o trabalho de "Voluntários Ledores".
 
 
 
Voluntários Ledores:
Responsáveis pela leitura e interpretação das obras. Os mesmos são previamente orientados, marcam a gravação de acordo com seu tempo livre e escolhem os textos a serem lidos de acordo com a lista disponível.
 
 
 
Edições/Reproduções:
Os Livros Falados são editados e reproduzidos por deficientes visuais, para tanto, são utilizados: computador, periféricos, dispositivos de captura de som, software de edição, um drive gravador de CD e um drive reprodutor de DVD. Os processos de gravação, edição e reprodução são realizados por softwares específicos.
 
Gravados e editados os livros podem ser emprestados, ou mesmo copiados e doados aos deficientes visuais de baixa renda, bem como a Organizações que prestam atendimento á pessoa com deficiência visual, promovendo a integração e a diversidade cultural e linguística na comunidade e proporcionando avanços significativos na escolaridade, facilitando assim, a inclusão de pessoas cegas no mercado de trabalho, na família e na sociedade.
 
 
 
Serviço:
A Audioteca coloca à disposição obras literárias, materiais didáticos, paradidáticos, pedagógicos, apostilas para concursos, cartilhas e demais documentos de utilidade pública.
 
 
 
Nota:
Os serviços prestados pela Audioteca, restrito apenas a pessoa com deficiência visual é regulamentado por duas Leis: Decreto No 3.298, de 20/12/99 (Lei de Definições de Deficiências e Incapacidades) e Lei 9.610, de 19/02/1998 / Capítulo IV, art.46, alínea d. (Isenção do Direito Autoral).
 
 
 
Horário de funcionamento:
das 7:30 h às 11:10 h e das 13:30 h às 17:10 h.
 
 
 
 





« Voltar para a Home


Fim do conteúdo

Opções de visualização

Resumo do site